Gordo ou magro. Calcule seu IMC


© 2013 - 2017  ConteudoNaNet

Quer escrever um artigo? Clique aqui ...
Quer publicar artigos no seu site ou blog? - É Grátis - Clique aqui ...
Classificação das diferentes faixas de peso.

Muito abaixo do peso
Abaixo do peso

A magreza está associada a desnutição. Estas pessoas têm uma resistência imunológica diminuída e possuem um maior risco para afecções respiratórias, ósseas e infecciosas. A magreza também pode, ainda, estar relacionada a problemas de auto-estima, insatisfação com a imagem corporal e depressão. Em mulheres, a magreza causa um desequilíbrio do sistema hormona, levando a alterações menstruais e infertilidade.
Você deve tomar cuidado. Melhore seus os hábitos alimentares. Consulte um médico.

Peso normal
Indica que o peso está adequado em relação à sua altura. Mantenha a sua dieta adequada e equilibrada e faça atividades físicas regularmente, prestando atenção para manter esse peso.

Acima do peso
Mostra que o peso corporal está alto em relação à sua altura. O estado de excesso de peso é um fator de risco para muitas doenças e se as precauções necessárias não forem tomadas, poderá levar para o estado de obesidade.
Redação ConteudoNaNet - 11 de novembro de 2013
Saiba qual é o seu IMC.

IMC significa índice de massa corporal e é utilizado para indicar, se você está acima ou abaixo do peso.

É um método tradicional, reconhecido pela OMS e utilizado internacionalmente, para avaliar o nível de gordura de cada pessoa.

O IMC é determinado pela divisão da massa do indivíduo pelo quadrado de sua altura, onde a massa está em quilogramas e a altura está em metros. O resultado é comparado com uma tabela que indica o grau de obesidade do indivíduo.
Tenha sempre hábitos de alimentares saudáveis e pratique exercícios físicos.

Para facilitar o cálculo utilize a CALCULADORA IMC ao lado.


CALCULADORA - IMC
Deve-se sempre pesquisar os motivos que levaram a pessoa ao excesso de peso. Neste processo é fundamental o auxílio de um especialista. A obesidade é um fator de risco para doenças crônicas.
Algumas doenças que podem ser provocadas pela obesidade são:
Enxaqueca, artrite, tendinite, artrose, lombalgia e fibromialgia.
Estes são apenas alguns exemplos de problemas que provocam dor crônica e consequentemente, diminuem a qualidade de vida. Destacam-se ainda doenças cardiovasculares, diabetes e hipertensão.
Para o tratamento da obesidade, é fundamental reduzir o consumo de calorias.
Obesidade I
Obesidade II (severa)
Obesidade III (mórbida)

A mudança dos hábitos alimentares, juntamente com a prática de atividade física, contribui para a efetiva redução do peso.
Para prática de exercícios físicos, deve-se procurar a orientação de um profissional competente. O excesso de peso, normalmente,  impede a realização de uma boa atividade, podendo gerar lesões nos tendões e nos músculos.

É importante observar que o IMC é apenas uma estimativa. Os índices podem variar de acordo com a idade, sexo, massa muscular e outros fatores. Para uma avaliação mais precisa, consulte um especialista.
Saiba mais. CLIQUE AQUI...