Golpes de Comércio Eletrônico


© 2013 - 2019  ConteudoNaNet

Quer escrever um artigo? Clique aqui ...
Quer publicar artigos no seu site ou blog? - É Grátis - Clique aqui ...
Trecho extraido da obra:  Cartilha de Segurança para Internet, versão 4.0 / CERT.br – Clique aqui para baixar a versão completa em pdf.
Golpes de comércio eletrônico  são aqueles nos quais golpistas, com o objetivo de obter vantagens  financeiras, exploram a relação de confiança existente entre as partes envolvidas em uma transação comercial. Alguns destes golpes são apresentados nas próximas seções.

1. Golpe do site de comercio eletrônico  fraudulento

Neste golpe, o golpista cria um site fraudulento, com o objetivo específico de enganar os possíveis clientes que, após efetuarem os pagamentos, não recebem as mercadorias.
Para aumentar as chances de sucesso, o golpista costuma utilizar artifícios como: enviar spam,fazer propaganda via links patrocinados, anunciar descontos em sites de compras coletivas e ofertar produtos muito procurados e com preços abaixo dos praticados pelo mercado.
Além do comprador, que paga mas não  recebe a mercadoria, este tipo de golpe pode ter outras vítimas, como:
 uma empresa séria, cujo nome tenha sido vinculado ao golpe;
 um site de compras coletivas, caso ele tenha intermediado a compra;
 uma pessoa, cuja identidade tenha sido usada para a criação do site ou para abertura de empresas fantasmas.

Prevenção:
 faça uma pesquisa de mercado, comparando o preço do produto exposto no site com os valores
obtidos na pesquisa e desconfie caso ele seja muito abaixo dos praticados pelo mercado;
 pesquise na Internet sobre o site, antes de efetuar a compra, para ver a opinião de outros clientes;
 acesse sites especializados em tratar reclamações  de consumidores insatisfeitos, para
verificar se há reclamações referentes a esta empresa;
fique atento a propagandas recebidas através de spam ;
 seja cuidadoso ao acessar links patrocinados ;
 procure validar os dados de cadastro da empresa no site da Receita Federa;
 não informe dados de pagamento caso o ˜ site não ofereça conexão segura ou não apresente um 
certificado confiável .

2. Golpe envolvendo sites de compras coletivas
Sites de compras coletivas tem sido muito usados em golpes de  sites de comércio eletrônico fraudulentos. Além dos riscos inerentes  as relações comerciais cotidianas, os sites de compras coletivas também apresentam riscos próprios, gerados principalmente pela press ao imposta ao consumidor em tomar decisões  rápidas pois, caso contrário, podem perder a oportunidade de compra.
Golpistas criam sites fraudulentos e os utilizam para anunciar produtos nos sites de compras coletivas e, assim, conseguir grande quantidade de vítimas em um curto intervalo de tempo.
Além disto, sites de compras coletivas também podem ser usados como tema de mensagens de  phishing.  Golpistas costumam mandar mensagens como se tivessem sido enviadas pelo site verdadeiro e, desta forma, tentam induzir o usuário a acessar uma página falsa e a fornecer dados pessoais,  como número de cartão de crédito e senhas.

Prevenção:
. procure não comprar por impulso apenas para garantir o produto ofertado;
. seja  cauteloso e faça pesquisas prévias, pois há casos de produtos anunciados com desconto, mas que na verdade, apresentam valores superiores aos de mercado;
. pesquise na Internet sobre o site de compras coletivas, antes de efetuar a compra, para ver a opinião de outros clientes e observar se foi satisfatória a forma como os possíveis problemas foram resolvidos;
. siga as dicas apresentadas para se prevenir de golpes envolvendo phishing;
. siga as dicas apresentadas para se prevenir de golpes envolvendo sites de comércio eletrônico fraudulento.

3. Golpe do site de leilão e venda de produtos
O golpe do site de leilão e venda de produtos é aquele, por meio do qual, um comprador ou vendedor age de má fé e não cumpre com as obrigações acordadas ou utiliza os dados pessoais e financeiros envolvidos na transação comercial para outros fins. Por exemplo:
. o comprador tenta receber a mercadoria sem realizar o pagamento ou o realiza por meio de transferência efetuada de uma conta bancária ilegítima ou furtada;
. o vendedor tenta receber o pagamento sem efetuar a entrega da mercadoria ou a entrega danificada, falsificada, com características diferentes do anunciado ou adquirida de forma ilícita e criminosa (por exemplo, proveniente de contrabando ou de roubo de carga);
. o comprador ou o vendedor envia e-mails falsos, em nome do sistema de gerenciamento de pagamentos, como forma de comprovar a realização do pagamento ou o envio da mercadoria que, na realidade, não foi feito.

Prevenção:
. faça uma pesquisa de mercado, comparando o preço do produto com os valores obtidos na pesquisa e desconfie caso ele seja muito abaixo dos praticados pelo mercado;
. marque encontros em locais públicos caso a entrega dos produtos seja feita pessoalmente; ´
. acesse sites especializados em tratar reclamações de consumidores insatisfeitos e que os coloca  em contato com os responsáveis pela venda (você pode avaliar se a forma como o problema foi  resolvido foi satisfatória ou não);
. utilize sistemas de gerenciamento de pagamentos pois, além de dificultarem a aplicação dos golpes, impedem que seus dados pessoais e financeiros sejam enviados aos golpistas;
. procure confirmar a realização de um pagamento diretamente em sua conta bancária ou pelo  site do sistema de gerenciamento de pagamentos (não confie apenas em   e-mails recebidos, pois eles podem ser falsos);
. verifique a reputação do usuário  (muitos sites possuem sistemas que medem a reputaçãode compradores e vendedores, por meio da opinião de pessoas que já negociaram com este usuário);
. acesse os sites, tanto do sistema de gerenciamento de pagamentos como o responsável pelas vendas, diretamente do navegador, sem clicar em links recebidos em mensagens;
. mesmo que o vendedor lhe envie o código de rastreamento fornecido pelos Correios, n ão utilize  esta informação para comprovar o envio e liberar o pagamento (até que você tenha a mercadoria  em mãos não há nenhuma garantia de que o que foi enviado  é realmente o que foi solicitado).

http://www.conteudonanet.com.br